• marketing7752

Torre de telecom: quando investir e como escolher a melhor para o seu negócio

Enviar um orçamento por e-mail, fazer uma videochamada para fechar negócios, ligar para fornecedores para resolver pendências associadas à empresa. Se hoje tudo isso pode ser realizado em ambiente corporativo é graças à telecomunicação, que está presente em tudo que fazemos, inclusive, nas atividades do trabalho.


São as soluções de telecom que possibilitam a implementação de diversos sistemas de comunicação que conhecemos e usamos diariamente, incluindo, por exemplo, a instalação de antenas de rádio, telefonia e internet em estruturas metálicas, chamadas de torres.


Neste artigo, vamos mostrar quais as funções dessas torres e as diferenças entre os modelos principais. Também diremos quando você deve investir em uma estrutura metálica e como escolher a melhor para o seu negócio.

Fique com a gente até o final e saiba como elas podem ampliar e melhorar a comunicação na sua empresa!


O que são torres de telecom?

As torres de telecom são estruturas altas que funcionam como um suporte de antenas de recepção e transmissão de sinais de internet, rádio, televisão, telefone e demais serviços de conectividade. Elas são localizadas, normalmente, no solo e, às vezes, no topo dos edifícios mais altos para garantir a eficiência do sistema e um maior alcance da área de cobertura.


Assim, sua função principal é diminuir a distância da comunicação entre os componentes fixados a ela e possibilitar um alcance maior de qualquer tipo de informação transmitida. Além dos serviços de conectividade tradicionais, as torres, sejam elas autoportantes ou estaiadas, ainda são usadas para outras finalidades:

  • Vigilância florestal e de segurança.

  • Iluminação.

  • Energia eólica.

  • Torres anemométricas.

  • Pesquisas espaciais.

  • Pesquisas atmosféricas.

  • Linhas de transmissão de energia.

  • Outros.

Principais torres de telecom

Os modelos mais comuns de torres de telecom são as estaiadas e autoportantes. Apesar de terem a mesma finalidade, elas possuem características diferentes que as fazem serem apropriadas para lugares distintos. Nos tópicos abaixo, mostramos as diferenças de cada uma.


Torres autoportantes

As torres autoportantes são autossutentáveis, ou seja, não precisam de cabos para mantê-las estruturadas e, normalmente, elaboradas com seções quadradas ou triangulares. Elas são mais indicadas para locais com áreas menores, por isso, são muito usadas dentro da cidade, em rodovias e outros lugares com espaços reduzidos.


Esse modelo se destaca pela praticidade de montagem e instalação, além do tempo de vida elevado (geralmente, acima de 50 anos), resistência a ventos e alta durabilidade à corrosão. Essas estruturas também são utilizadas para a sustentação de telefonia, rádio, televisão, internet, energia eólica, iluminação e outros serviços.


Torres estaiadas

Diferente das autoportantes, as torres estaiadas precisam de cabos para sustentação e são formadas por módulos diagonais horizontais, que atingem grandes alturas. Por essa capacidade, elas são recomendadas para locais mais amplos, com áreas maiores, como zonas rurais.


Outra característica desse modelo de estrutura metálica é que ela é considerada mais econômica e possui elevada capacidade de carga. As torres estaiadas também são resistentes a ventos extremos, são leves e apresentam um bom comportamento mecânico.


Semelhante às autoportantes, elas atendem a necessidades de melhoria de sinal de rádio, internet, telefonia, e suportam equipamentos de telecomunicação, radiocomunicação e estações meteorológicas.


Quando investir em uma torre de telecom?

Como mostramos, uma das funções das torres de telecom é possibilitar um alcance maior de qualquer tipo de informação transmitida via rádio, internet, telefone e de outros dispositivos usados com essa finalidade. Assim, a instalação de estruturas metálicas deve ser considerada no caso de profissionais que desejam melhorar a conectividade do seu negócio e tornar a comunicação mais eficiente entre suas equipes em ambiente de trabalho.


Em empresas localizadas em lugares mais afastados ou na zona rural, as torres são indispensáveis, já que a qualidade do sinal tende a ser mais frágil do que em centros urbanos. Trocar informações nessas condições, seja por celular ou via rádio, se torna ainda mais difícil, o que pode atrapalhar a rotina produtiva dos colaboradores. No entanto, com uma torre de telecom a instabilidade de sinal deixa de ser um problema, mantendo os fluxos comunicativos eficientes e, consequentemente, os funcionários conectados.


Como escolher a torre adequada para o seu negócio

Essa é uma das principais dúvidas de quem opta por instalar uma torre de telecom para otimizar a comunicação no seu negócio. Porém, escolher a ideal pode não ser tarefa fácil, tendo em vista que é preciso analisar vários aspectos para chegar a um resultado que atenda às suas necessidades e da sua empresa. Confira algumas dicas a seguir.


Considere o tamanho da área de instalação

O primeiro passo é considerar o tamanho do local disponível para a instalação da estrutura metálica. Lembre-se que os modelos de torres apresentados ao longo do texto atendem às necessidades de melhoria de sinal de serviços de conectividade que usamos diariamente, porém, cada uma é própria para um local.


Assim, se o seu espaço é amplo, opte pela estaiada, ideal para campos, fazendas, usinas e outros lugares maiores. Agora, se a sua área destinada para instalação for menor, considere escolher o modelo autoportante, indicado para rodovias, indústrias e outros locais com espaço restrito.


Coloque no papel o quanto você pretende investir

Ter em mente a quantia que você pretende investir para aquisição e montagem da torre de telecom também é essencial no processo de escolha. Afinal, existem modelos mais em conta que outros. As estaiadas, por exemplo, apresentam um melhor custo-benefício que as autoportantes.


Por isso, antes de tomar qualquer decisão, veja se o valor da estrutura condiz com o que você pretende pagar, ou seja, se está dentro do seu orçamento. Tudo isso é importante para uma escolha consciente, que atenda às suas necessidades e caiba no seu bolso.


Verifique a capacidade de transmissão de sinal da torre

Os dois modelos de torre apresentam uma boa captação e transmissão de sinal de rádio, TV, celular, internet e outros serviços, porém, a estaiada, por alcançar uma altura maior, oferece uma capacidade ainda melhor de transmissão. Para empresas que priorizam essa característica por estarem localizadas em um local mais afastado, por exemplo, o modelo pode ser a alternativa mais indicada.


Projete e instale sua torre de telecom com o Grupo Ferrante

Agora que você entendeu a finalidade das torres de telecom e sabe como elas são importantes para aumentar a conectividade do seu negócio, considere investir em uma com uma empresa referência na fabricação e projetos de estruturas metálicas.


No Grupo Ferrante, todos os projetos dos modelos autoportantes e estaiadas são desenvolvidos por meio de simulações de alta confiabilidade, o que garante um planejamento específico para cada trabalho realizado. Além disso, cuidamos de todos os detalhes para que as torres apresentam o máximo de segurança, com projetos documentados desde a casa de abrigo, até a fundação e a planta estrutural.


Também oferecemos aos clientes todo o trabalho de elaboração, execução, montagem, instalação e aluguel de estruturas metálicas, a fim de levar a conectividade para todos os lugares do país, e de forma facilitada.

Entre em contato conosco e saiba mais sobre nossas soluções em torres.


0 visualização0 comentário
whatsapp-logo-1.png