• marketing7752

Usinas sucroenergéticas: como a radiocomunicação melhora a produtividade e interação

A radiocomunicação está muito presente nas usinas sucroenergéticas. Os motivos são muito simples de entender, pois essa tecnologia leva vários benefícios para o setor. Nós, do Grupo Ferrante, atendemos a várias usinas de todo Brasil. Assim, vemos na prática as vantagens da radiocomunicação nessa área.


Vamos mostrar aqui quais são. Fique conosco até o final do artigo e entenda tudo que a radiocomunicação é capaz de fazer pelo setor sucroenergético.

Melhoria da comunicação no campo

As usinas ficam em zonas rurais. Nesses locais, o sinal de celular, normalmente, é intermitente ou fraco. Por isso, optar por celulares corporativos pode não ser tão efetivo. O uso de radiocomunicadores é bem mais eficiente, especialmente no campo.


O rádio é conhecido por funcionar até nos lugares mais ermos, de difícil acesso. É por isso que em resgates em cavernas, por exemplo, usa-se o rádio. Onde o celular não chega, lá está o bom e velho rádio, resiliente e pau para toda obra.


Como sabemos, a comunicação é essencial nos trabalhos em equipe. Assim, deve acontecer de forma plena para que não aconteçam erros por falta de comunicação.


Inclusive, as torres, que são da radiocomunicação, podem melhorar o sinal de celular e internet. Mas esse é assunto para outro artigo.

Aumento da produtividade na usina com radiocomunicação

Uma usina que usa radiocomunicação garante eficiência da infraestrutura de uma boa comunicação. Ou seja, não é por falta de sinal que a equipe não irá se comunicar. A partir disso, a coordenação do trabalho acontece de maneira mais eficaz. Todos são informados sobre o andamento das tarefas.


Isso acontece de forma mais rápida, pois os comandos agilizam o contato entre todas as partes envolvidas no processo. Além disso, é possível realizar a comunicação em massa. Ou seja, em vez de falar com uma pessoa por vez, fala-se com todos, o que é muito útil quando é preciso mobilizar uma força-tarefa para um imprevisto. Isso também colabora para que todos recebam exatamente a mesma mensagem, não há perda de informação de um contato para outro.

Ação rápida em situações de urgência e emergência

O fato de a comunicação poder ocorrer de um para muitos faz toda diferença em situações de urgência, como incêndios. Uma pessoa consegue dar todas as coordenadas de uma só vez e mobiliza todos para solucionarem o problema.


Dessa forma, as pessoas já se movimentam para realizarem a tarefa prioritária da forma mais rápida possível, o que pode evitar mais danos e que os seus funcionários se machuquem.

Mais segurança com radiocomunicação

O simples fato de poder mobilizar todos em caso de situações que demandem ação rápida, já melhora a segurança nas usinas. Mas uma torre pode melhorar o sistema de segurança da propriedade. Alarmes e câmeras podem funcionar melhor quando há uma torre por perto. Dessa forma, em caso de invasão ou qualquer outra violação à usina, a ação também é mais rápida.

Aparelhos resistentes para o campo

Os radiocomunicadores são produzidos para suportarem quedas, umidade e temperaturas extremas (muito calor ou frio). Comparado aos celulares, eles são bem mais resistentes. A bateria também é mais durável, o que também facilita o trabalho na usina. Isso porque dificilmente o trabalhador da usina terá, à disposição, tomadas para recarregar o aparelho no campo. Um radiocomunicador tem autonomia de bateria para o expediente todo.

Como o Grupo Ferrante pode ser parceira da sua usina


O Ferrante realiza todos os serviços de radiocomunicação - manutenção, instalação e locação, tanto de radiocomunicadores quanto de torres. Além disso, a prestação de serviço é personalizada, cada projeto é pensado para as demandas específicas de cada usina.


Nós também temos ampla experiência no setor. Em todo Brasil, são várias empresas do setor sucroenergético que contam com o Grupo Ferrante para melhorar a comunicação, produtividade e muito mais em suas usinas.





22 visualizações0 comentário
whatsapp-logo-1.png