• Grupo Ferrante

História da radiocomunicação: do aparelho de som às inúmeras possibilidades dessa tecnologia


Ao sabor dos tempos, o rádio se afirmou como a mídia mais resistente aos ventos da comunicação. Meio de informação mais democrático de toda a história da humanidade, o rádio transformou a forma com que as sociedades lidavam com a notícia. Desde sua invenção ele esteve ali, aonde o fato acontecia.

Ele também foi importante porque sem o rádio não teríamos as outras possibilidades da radiocomunicação. Assim, não há como falar em radiocomunicadores, TRBONet e outros recursos sem citar o rádio antes. Vamos passar pela história dele para só depois chegar a essas opções.


Neste artigo, te daremos uma ideia de como a radiocomunicação revolucionou as formas de diálogo em nossa sociedade. Também vamos mostrar como a Motorola entrou em cena e revolucionou a comunicação nas empresas.


Quem inventou a radiocomunicação


Dois nomes são lembrados como os primeiros idealizadores do rádio enquanto tecnologia de informação. Apesar de haver certa dúvida sobre quem de fato desenvolveu o modelo, Nikola Tesla e Guglielmo Marconi são as duas figuras paternas desse meio de comunicação.


A Suprema Corte Americana apontou Tesla como o inventor. O motivo foi que, no século XIX, Guglielmo Marconi utilizou 19 patentes de Tesla para aperfeiçoar seu projeto.

Historiadores apontam que a primeira transmissão pelo rádio ocorreu em 1906 nos Estados Unidos, quando Lee de Forest realizou experimento da válvula de tríodo.

Já no Brasil, a primeira transmissão ocorreu durante as comemorações do centenário da Independência. O presidente à época, Epitácio Pessoa, realizou a solenidade de abertura da Exposição do Centenário no Rio de Janeiro.


Os reis da Bélgica Alberto I e Isabel estavam presentes no evento.

O discurso feito por Epitácio Pessoa chegou até Petrópolis, Niterói e São Paulo. Foi usada uma antena instalada no Morro do Corcovado. Estava aberta a primeira estação radiofônica do país.

Padre brasileiro tem participação importante na história


Apesar de Tesla e Marconi ainda disputarem o menino-rádio, no Brasil, a figura mais emblemática na história radiofônica é o Padre Roberto Landel de Moura. Ele realizava experimentos com o rádio em Porto Alegre, no bairro da Medianeira.


O Padre Landel, apesar de não ter reconhecimento tão amplo, foi o primeiro a testar as chamadas ondas eletromagnéticas. Físico por formação e padre por vocação, Landel se tornou o pioneiro na transmissão de voz através das ondas de rádio, fato inusitado até então. Na época, as transmissões eram realizadas a partir de telégrafos com fio, inventados por Morse.


Padre Roberto Landel requereu e conseguiu a patente de seu projeto em 1901 e trabalhou no desenvolvimento de equipamentos que possibilitaram a transmissão em locais distantes com e sem uso de cabos.

Motorola: de rádio para carro a todos os aparelhos de hoje

O rádio foi fundamental para o surgimento de tudo que temos à disposição com essa tecnologia, inclusive da maior empresa no setor. A Motorola chamava-se Galvin Manufacturing Corporation. O nome foi mudado porque a corporação foi a primeira a desenvolver um rádio para ser ouvido no carro, em 1930. Assim, motor faz alusão a movimento e ola à radiola. A ideia era possibilitar o som em movimento. Essa invenção foi o primeiro sucesso comercial da empresa.

Os radiocomunicadores só surgiram em 1936. A Motorola adaptou os aparelhos para permitir que uma pessoa conversasse com outra. A líder mundial do mercado adaptou o equipamento para uma só frequência. Assim, em vez de se comunicarem pelo telégrafo, os policiais trocavam informações por voz.

O sistema foi denominado rádio patrulha, o Motorola Police Cruiser. A Motorola ainda desenvolveu o rádio portátil bidirecional para o Exército dos Estados Unidos, famoso na II Guerra Mundial.

Nos anos 40, lançou vários produtos interessantes. Uma das invenções da multinacional foi o handie talk, considerado o avô do celular. Ou seja, sem radiocomunicação é provável que a telefonia móvel demorasse mais anos para aparecer.

A Motorola lançou muitos outros aparelhos pioneiros. Por isso, firmou-se como referência mundial em radiocomunicação.

Um grande marco da empresa foi o transponder, usado para rastrear, por telemetria, o homem na lua e transmitir as primeiras palavras do ser humano na lua, em 1969.

Uso da radiocomunicação hoje

A radiocomunicação é uma tecnologia antiga e atual ao mesmo tempo. Isso quer dizer que até mesmo os meios de comunicação ditos mais modernos se utilizam das ondas de rádio para seu funcionamento.

A radiocomunicação está em tudo, desde a telefonia, programas de georreferenciamento e tráfego aéreo e internet. Logicamente, o modelo proposto por Tesla e pelo padre Landel já ganhou inúmeros aditivos tecnológicos, mas continua até hoje como referência em comunicação oral e de dados em todo o mundo.



220 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp-logo-1.png