• midiasocialroberta

Código Q: o que é e porque ele ajuda a tornar a comunicação via rádio mais rápida e eficaz

Atualizado: há 7 dias

QAP, QSL, TKS, QRA. Provavelmente você já deve ter visto esses códigos em algum filme ou série em que os radiocomunicadores foram usados.


Essas e mais de 30 outras siglas compõem o famoso código Q, uma linguagem internacional criada, inicialmente, com o objetivo de facilitar as comunicações entre navios britânicos. Com as siglas, foi eliminada toda a imprecisão do diálogo via rádio e a necessidade de repetir a mesma mensagem caso ocorresse algum problema de interferência.


Após a sua invenção, o código Q passou a ser usado por todos os profissionais que usam o rádio como meio de comunicação (Polícia Militar, bombeiros, socorristas, seguranças e pilotos de avião). Por força da tradição, ele prevalece até os dias atuais.


Mas, afinal, quais os significados das siglas e as vantagens desse tipo de comunicação?

É isso que mostraremos neste artigo. Se você se interessou pelo assunto, fique conosco até o final para entender um pouco sobre essa linguagem mundial de códigos.


História do código Q: onde e como surgiu


O código Q, ou código Quebec, foi desenvolvido em 1909 pelo governo britânico para que os navios e estações costeiras pudessem se comunicar durante as viagens comerciais.


A criação dessa “lista de abreviações” facilitou a comunicação por voz - que antes era menos efetiva - entre os operadores de rádio marítimos que falavam idiomas diferentes. Assim, o código Q se tornou uma linguagem universal e democrática, uma vez que esses profissionais conseguem se comunicar de forma clara, ainda que não falem a mesma língua nativa.


Posteriormente, o vocabulário foi usado pelos militares na Primeira e Segunda Guerra Mundial e, com o tempo, passou a ser utilizado como padrão em comunicações via rádio em todo o mundo.


O que é código Q e para que serve?


Trata-se de um “dicionário” extenso adotado, internacionalmente, pela Força Militar, policiais, socorristas, vigilantes, pilotos de avião, navegantes e empresas privadas para que haja uma comunicação mais precisa via rádio.


Em resumo, o código Q é uma formação de três siglas, no qual todas começam com a letra “Q”. Até hoje não se sabe o real motivo de terem escolhido essa letra para iniciar as abreviaturas. Mas acredita-se que o fato de existirem poucas palavras que começam com Q, inclusive em outros idiomas, tenha influenciado nessa decisão. De toda forma, a intenção é facilitar a comunicação e evitar possíveis confusões com outros termos.


Assim, a formação de cada grupo de letras forma uma frase ou perguntas pré-definidas. Para se ter um exemplo, as siglas Q.A.P significam “Na escuta?”, portanto, são usadas normalmente no início da conversa.


A ideia do código Q, então, é economizar tempo na transmissão da mensagem e torná-la mais objetiva pela simplificação de conteúdo.


Vantagens de usar o código Q nas comunicações via rádio


O código Q para os profissionais que utilizam radiocomunicadores é um grande facilitador para o cumprimento das suas rotinas de trabalho. Graças à linguagem padronizada e à rapidez oferecida nas comunicações via rádio, eles conseguem agilizar as operações, economizar tempo e ainda poupar a bateria do equipamento.


Para socorristas e bombeiros, por exemplo, o tempo é um fator de grande importância, afinal, cada segundo pode fazer uma enorme diferença na vida de um paciente ou vítima. Os códigos, neste caso, contribuem para que esses profissionais recebam o chamado de forma mais rápida e tenham mais chances de salvar vidas em uma situação de emergência.


Além de agilidade e precisão no diálogo, ele oferece discrição às operações e missões, característica essencial na rotina dos policiais e militares.


Por tudo isso, é fundamental que o operador tenha o domínio da linguagem por códigos para evitar erros e interpretações equivocadas por parte do interlocutor.


Principais siglas e significados do Código Q


Como dissemos, esse tipo de comunicação codificada é usado em diversos segmentos, por isso, existem diferentes abreviações. No entanto, há alguns códigos padrão que não mudam. Confira as principais siglas e seus significados.


  • Q.A.P = Na escuta?

  • Q.A.R = Desligar;

  • Q.R.N = Interferência;

  • Q.R.A = Nome do operador;

  • Q.R.L = Estou ocupado;

  • Q.R.M = Interferência humana;

  • Q.R.Q = Transmita mais depressa;

  • Q.R.S = Transmita mais devagar;

  • Q.R.T = Fora do ar;

  • Q.R.U = Tem algo para mim;

  • Q.R.V = Estou à disposição;

  • Q.R.X = Aguarde;

  • Q.R.Z = Fale quem chamou;

  • Q.S.A = Como está recebendo?

  • Q.S.L = Entendido;

  • Q.S.M = Está ouvindo?

  • Q.S.O = Comunicado/ aviso;

  • Q.S.P = Fazer ponte;

  • Q.T.C = Mensagem;

  • Q.T.H = Endereço;

  • Q.T.R = Horário exato;

  • Q.T.U = Horário;

  • Q.T.A = Cancele a última mensagem;

  • Q.S.V = Viatura;

  • Q.S.D = Motorista;

  • Q.S.J = Dinheiro;

  • T.K.S = Obrigado.

Código e Numeral Fonéticos Internacionais


Outra solução para simplificar e dar mais objetividade às comunicações é o Alfabeto Fonético Internacional. Ele foi criado com o intuito de oferecer maior precisão em certos diálogos via rádio, como em situações de transmissões de letras, números e nomes pouco comuns.


Assim como o código Q, é usado para a comunicação em diversos idiomas.


  • A = Alpha;

  • B = Bravo;

  • C = Charlie;

  • D = Delta;

  • E = Echo (eco);

  • F = Foxtrot;

  • G = Golf;

  • H = Hotel;

  • I = Índia;

  • J = Juliet;

  • K = Kilo;

  • L = Lima;

  • M = Mike;

  • N = November;

  • O = Oscar;

  • P = Papa;

  • Q = Quebec;

  • R = Romeu;

  • S = Sierra;

  • T = Tango;

  • U = Uniform;

  • V = Victor;

  • W = Whiskey;

  • X = Xingu ou X-Ray;

  • Y = Yankee;

  • Z = Zulu.


Números

  • 0 = Negativo;

  • 1 = Primeiro;

  • 2 = Segundo;

  • 3 = Terceiro;

  • 4 = Quarto;

  • 5 = Quinto;

  • 6 = Sexto;

  • 7 = Sétimo;

  • 8 = Oitavo;

  • 9 = Nono.



Utilização do código Q pela equipe do Grupo Ferrante


Sabemos o quanto é importante ter praticidade e clareza na comunicação interna, por isso, no Grupo Ferrante, os colaboradores e operadores de rádio utilizam o código Q frequentemente.


Assim, podemos otimizar nossos processos e agir de forma rápida na resolução de problemas. Além disso, os funcionários se sentem mais seguros quando executam trabalhos em altura em locais externos. Afinal, com uma comunicação mais precisa e objetiva, é possível agir rapidamente em situações de emergência.


Restou alguma dúvida sobre o código Q? Entre em contato conosco. Será um prazer ajudá-lo.


Continue nos acompanhando para mais curiosidades sobre o universo da radiocomunicação.





10 visualizações0 comentário
whatsapp-logo-1.png